Avenida Brasil – 1976 (2)

Imagem

Av. Brasil vista da passarela, em 1976. Acervo de Leila Bordoni da Silva.

Outra foto de 1976 com a Avenida Brasil vista a partir da passarela, atualmente chamada de Passarela 28. No canto direito, a esquina da Rua Bertichen, que é parte da antiga Rua 13. A foto faz parte do acervo de Leila Bordoni da Silva.

Se você também tem imagens antigas do bairro e quer publicá-las aqui, por favor envie para o e-mail coelhoneto.rj@gmail.com ou por mensagem no Facebook em www.facebook.com/cnmemorias.

 

Avenida Brasil – 1976

Imagem

Av. Brasil, próximo à Rua Ribeyrolles, em 1976. Acervo de Leila Bordoni da Silva.

Nesta foto do acervo de família de Leila Bordoni da Silva, temos uma visão da Avenida Brasil a partir da passarela, que hoje recebe o número 28, próximo à Rua Ribeyrolles. Ao fundo e à esquerda, os prédios do IAPC.

 

Se você também tem imagens antigas do bairro e quer publicá-las aqui, por favor envie para o e-mail coelhoneto.rj@gmail.com ou por mensagem no Facebook em www.facebook.com/cnmemorias.

 

Fazenda Botafogo – Vista Aérea – 1987 (3)

Imagem

Detalhe de fotografia aérea da Fazenda Botafogo, de 1987.

 

Continuando a série iniciada com uma fotografia aérea da Fazenda Botafogo, publicada em 1987 na Revista da Associação Comercial, temos aqui mais uma parte ampliada daquela imagem. Na parte superior, a área entre as ruas Bertichen e Cajurana, onde é possível identificar a escola Jarbas Ferreira e o edifício da esquina das ruas Cajurana e Aceguá. Na região central da foto, além da avenida Brasil e da passarela, vemos o início da rua Pedro Jório, com destaque para o Centro Empresarial Estub, onde ficavam as Lojas Fab’s, as Casas da Banha e o Banerj. No canto inferior direito, o terreno da empresa Blindex.

Fazenda Botafogo – Vista Aérea – 1987

Imagem

Vista aérea de parte da Fazenda Botafogo, publicada em 1987 na Revista da Associação Comercial.

 

A Revista da Associação Comercial de julho de 1987 publicou essa fotografia em sua capa, e trazia uma reportagem sobre o sucesso do modelo de desenvolvimento do Distrito Industrial da Fazenda Botafogo, dez anos depois de sua implantação. Com o subtítulo “Uma Experiência Bem Sucedida”, o artigo exaltava a diversidade de indústrias, que produziam desde casquinhas de sorvete, alimentos, tintas, autopeças e estruturas tubulares, até produtos tecnológicos de ponta, como fibras ópticas, material bélico e componentes eletrônicos. A região era a segunda maior fonte de ICM do município.

As próximas publicações mostrarão detalhes ampliados desta imagem.