Avenida Brasil – 1976 (2)

Imagem

Av. Brasil vista da passarela, em 1976. Acervo de Leila Bordoni da Silva.

Outra foto de 1976 com a Avenida Brasil vista a partir da passarela, atualmente chamada de Passarela 28. No canto direito, a esquina da Rua Bertichen, que é parte da antiga Rua 13. A foto faz parte do acervo de Leila Bordoni da Silva.

Se você também tem imagens antigas do bairro e quer publicá-las aqui, por favor envie para o e-mail coelhoneto.rj@gmail.com ou por mensagem no Facebook em www.facebook.com/cnmemorias.

 

Anúncios

Avenida Brasil – 1976

Imagem

Av. Brasil, próximo à Rua Ribeyrolles, em 1976. Acervo de Leila Bordoni da Silva.

Nesta foto do acervo de família de Leila Bordoni da Silva, temos uma visão da Avenida Brasil a partir da passarela, que hoje recebe o número 28, próximo à Rua Ribeyrolles. Ao fundo e à esquerda, os prédios do IAPC.

 

Se você também tem imagens antigas do bairro e quer publicá-las aqui, por favor envie para o e-mail coelhoneto.rj@gmail.com ou por mensagem no Facebook em www.facebook.com/cnmemorias.

 

Viaduto de Coelho Neto – 1978

Imagem

Ponto de ônibus no viaduto de Coelho Neto em 1978. Acervo pessoal de Lia Sampaio.

Quem nunca ficou esperando ônibus debaixo de sol ou chuva na avenida Brasil, não sabe o que é morar em Coelho Neto. Essa foto foi enviada pela nossa leitora Lia Sampaio, e nela vemos o ponto de ônibus no viaduto de Coelho Neto, pista sentido zona oeste, no ano de 1978. No fundo, roubando a cena, a querida escola General Osório.

Você também pode ajudar a preservar a história do bairro, enviando imagens antigas, documentos, informações ou relatos para o e-mail coelhoneto.rj@gmail.com ou pelo Facebook em www.facebook.com/cnmemorias. As futuras gerações agradecerão!

 

Viaduto de Coelho Neto – 1951 (2)

Imagem

Viaduto de Coelho Neto ainda em construção, em 1951. Acervo da família Espagolla.

Esta fotografia foi tirada em 1951, e nos foi enviada pelo amigo Rodrigo Espagolla, a quem mais uma vez agradecemos. O local é o viaduto de Coelho Neto, que estava sendo construído como parte da avenida das Bandeiras, futura avenida Brasil. Para saber mais sobre o viaduto, leia a História do Gigante de Pedra.

Em segundo plano vemos as casas do lado ímpar da então rua Taiaçu (antiga rua 9) e mais ao fundo os prédios do IAPC. Do lado direito, seria a chaminé da Panificadora Pioneira?

Você também pode ajudar a preservar a história do bairro, enviando imagens antigas, documentos, informações ou relatos para o e-mail coelhoneto.rj@gmail.com ou pelo Facebook em www.facebook.com/cnmemorias.

 

Rua Taiaçu – circa 1955

Imagem

Rua Taiaçu, por volta de 1955. Acervo de Marilda Teixeira.

Mais uma linda fotografia nos foi enviada, dessa vez pela leitora Marilda Teixeira, a quem deixamos nossos agradecimentos. A foto é da própria Marilda, e foi capturada por volta de 1955 na rua Taiaçu, em frente à Escola General Osório, cujo muro pode ser visto à direita, atrás da árvore. À esquerda, a muralha do viaduto de Coelho Neto.

Ajude-nos a continuar esse trabalho, enviando suas fotos antigas ou qualquer recordação de Coelho Neto para o e-mail coelhoneto.rj@gmail.com ou por mensagem no Facebook em www.facebook.com/cnmemorias.

 

A História do Gigante de Pedra

Às vezes estamos tão acostumados com algumas coisas que até nos esquecemos de que um dia elas já foram diferentes ou sequer existiam. É o caso do viaduto de Coelho Neto, um dos ícones do bairro. Dá para imaginar que houve uma época em que ele não estava lá? Esse gigante, que começou a ser construído em 1949, tem muita história pra contar. E a mais interessante é a dele mesmo.
Continuar lendo

Vista Parcial de Coelho Neto – circa 1951

Imagem

Detalhe do IAPC de Coelho Neto, circa 1951. Acervo da família Espagolla.

Mais uma foto espetacular do acervo da família Espagolla, que mostra boa parte do conjunto residencial do IAPC de Coelho Neto quando este tinha poucos anos de existência. A informação é de que a fotografia foi tirada na época da construção do viaduto de Coelho Neto, o que aconteceu no início da década de 1950.

O fotógrafo parecia estar sobre o viaduto, capturando em primeiro planos as residências da antiga rua 8 (posteriormente rua Taiassu, rua Taiaçu, avenida das Bandeiras e atualmente avenida Brasil), todas em suas configurações originais, com as grades de madeira nas varandas e sem muros. Mais atrás, à esquerda, parte do prédio do Centro Social do IAPC, atualmente Colégio Interativo.

Finalmente, ao fundo e ao centro, a concha acústica da Praça Projetada, terreno que viria a abrigar o “Parquinho” (1955), o Ginásio Pedro I (1965) e a Escola Monte Castelo (1966); e a Igreja São Jerônimo, que se destacava em meio às pequenas residências. Percebam que está escrito a caneta, na base da foto, o nome do bairro com a grafia antiga, “C. Netto”.

Agradecemos ao amigo Rodrigo Espagolla pela generosidade em compartilhar conosco mais esta fotografia. Se você também tem imagens antigas do bairro e quer publicá-las aqui, por favor envie para o e-mail coelhoneto.rj@gmail.com ou por mensagem no Facebook em www.facebook.com/cnmemorias.