Rua Macabu – 1958

Imagem

Aspecto da rua Macabu em 1958. Acervo do Arquivo Nacional.

O local da foto, que mais parece um vilarejo rural, é a rua Macabu no ano de 1958. Ao contrário do conjunto residencial do IAPC, que era uma região nova do bairro de Coelho Neto, o entorno desse logradouro não possuía alfalto, calçadas, rede fluvial e de esgoto. A equipe do jornal Correio da Manhã, que fotografou o local, descreveu em sua reportagem, “(…) de rua tem apenas a placa afixada em um dos barracos próximo à esquina e postes, êstes ainda fincados no meio da futura rua. Não há alinhamento, limpeza, higiene. Mas sobra lixo, lixo por todos os cantos, acompanhado de suas conseqüências: môscas, môscas aos bilhões, por todos os cantos, além de outros animais”.

O fotógrafo parece estar posicionado próximo à avenida dos Italianos, sendo que vemos ao fundo a parte mais alta da Macabu, na esquina com a rua Imboaçu, onde em 1961 viria a ser fundada a igreja católica de Santa Teresa de Jesus. A palavra Macabu tem origem indígena e significa “rio das palmeiras”. A maioria das ruas dessa região recebeu nomes de rios brasileiros.

A imagem pertence ao acervo Correio da Manhã, mantido pelo Arquivo Nacional, e nos foi gentilmente enviada pelo amigo Rodrigo Rocha, a quem agradecemos.

Você também pode ajudar a preservar a história do bairro, enviando imagens antigas, documentos, informações ou relatos para o e-mail coelhoneto.rj@gmail.com ou pelo Facebook em www.facebook.com/cnmemorias.

 

Anúncios

Veteranos Clube – circa 1958 (2)

Imagem

Sede do Veteranos Clube em construção, por volta de 1958. Acervo da família Espagolla.

A imagem acima mostra como estavam as obras da sede do Veteranos Clube de Coelho Neto, por volta de 1958. O fotógrafo estava nos fundos do clube, de modo que podemos ver ao fundo parte da antiga Rua 12 (atual Ouseley) e da Praça Projetada, onde hoje temos a Escola Municipal Monte Castelo e o Colégio Estadual João Baptista de Mattos (Batistão). Mais atrás, uma residência da atual rua Oceânia.

Agradecimentos infindáveis ao amigo Rodrigo Espagolla, que tem cedido diversas fotografias para o acervo da ágina.

Se você tem imagens antigas do bairro e gostaria de cedê-las para publicação, por favor envie para o e-mail coelhoneto.rj@gmail.com ou por mensagem no Facebook em www.facebook.com/cnmemorias. O crédito aos autores e/ou colaboradores será inserido nas fotos.

 

Praça Prof. Virgínia Cidade – 1953

Imagem

Aspecto da praça Professora Virgínia Cidade em 1953. Acervo de Marilda Teixeira.

Aqui temos uma fotografia da Praça Professora Virgínia Cidade, tendo ao fundo a rua Araçatuba, em 1953. A menina da foto é nossa leitora Marilda Teixeira, que mais uma vez colabora com nosso acervo.

Se você também tem imagens antigas de Coelho Neto e gostaria de compartilhá-las conosco, por favor envie para o e-mail coelhoneto.rj@gmail.com ou por mensagem no Facebook em http://www.facebook.com/cnmemorias. O crédito aos autores e/ou colaboradores será inserido nas fotos.

Praça Prof. Virgínia Cidade – 1950

Imagem

Praça Prof. Virgínia Cidade, em 1950. Acervo pessoal de Leila Bordoni da Silva.

Assim era a praça Prof. Virgínia Cidade em 1950. Ali no fundo, alguns anos mais tarde, seria construído o Mercado São Jerônimo, próximo à antiga estação ferroviária. A fotografia faz parte do acervo de Leila Bordoni da Silva, a quem agradecemos.

Se você também tem imagens antigas de Coelho Neto e gostaria de compartilhá-las conosco, por favor envie para o e-mail coelhoneto.rj@gmail.com ou por mensagem no Facebook em http://www.facebook.com/cnmemorias. O crédito aos autores e/ou colaboradores será inserido nas fotos.

Rua 4 – 1953

Imagem

Crianças na rua 4, atual rua Carlos Julião, em 1953. Acervo pessoal de Leila Bordoni da Silva.

Em mais essa fotografia gentilmente cedida por Leila Bordoni da Silva, vemos crianças na antiga rua 4, atual Carlos Julião, no conjunto residencial do IAPC, em 1953. Leila e sua irmã Lília são as duas crianças à direita.

Se você também tem imagens antigas de Coelho Neto e gostaria de compartilhá-las conosco, por favor envie para o e-mail coelhoneto.rj@gmail.com ou por mensagem no Facebook em http://www.facebook.com/cnmemorias. O crédito aos autores e/ou colaboradores será inserido nas fotos.

Rua 4 – 1951

Imagem

Rua 4, atual Rua Carlos Julião, em 1951. Acervo de Leila Bordoni da Silva.

 

Essa foto pertence ao álbum de família de Leila Bordoni da Silva, a quem agradecemos. Ela aparece na foto, aos 2 anos de idade, em frente à sua casa no número 252. O conjunto residencial do IAPC havia sido inaugurado apenas 3 anos antes, em 1948.

Se você também tem imagens antigas de Coelho Neto e gostaria de compartilhá-las conosco, por favor envie para o e-mail coelhoneto.rj@gmail.com ou por mensagem no Facebook em http://www.facebook.com/cnmemorias. O crédito aos autores e/ou colaboradores será inserido nas fotos.

Rua 4 – circa 1958

Imagem

Rua 4, atual rua Carlos Julião, por volta de 1958. Acervo de Lia Sampaio.

 

Nossa leitora Lia Sampaio compartilha conosco mais esta recordação, da casa em que morava na antiga rua 4, atual rua Carlos Julião. Na foto, a mamãe Maria de Lourdes e a cadelinha Duquesa, em frente à sua residência no número 342, por volta de 1958. Lá no fundo a rua 13, atual Ribeyrolles.

Mais uma vez agradecemos a Lia e a todos que usam um pouco do seu tempo para nos enviar fotos do bairro.  Se você também tem imagens antigas de Coelho Neto e gostaria de compartilhá-las conosco, por favor envie para o e-mail coelhoneto.rj@gmail.com ou por mensagem no Facebook em http://www.facebook.com/cnmemorias. O crédito aos autores e/ou colaboradores será inserido nas fotos.