Terreno do Centro Empresarial Estub – 1978

Imagem

João Mendes (centro) em frente ao terreno do Centro Empresarial, em 1978.

Nessa imagem, temos o empresário e engenheiro João Ricardo Mendes em frente ao lote número 18 da Fazenda Botafogo, na rua Pedro Jório (antiga rua A). Nesse terreno de 2.517 m² ele construiria o Centro Empresarial Estub, um centro de comércio e serviços previsto no projeto original do Distrito Industrial. Nesse dia, 21 de julho de 1978, além de inaugurada a sede da Estub, na av. Brasil, foi lançada a pedra fundamental do centro empresarial.

Localizado entre as ruas Omar Fontoura e Genésio Pires (antigas ruas E e F), o Centro Empresarial foi inaugurado em outubro de 1982. Se quiser saber mais sobre ele, leia nosso artigo “Yes, Nós Tínhamos Shopping” clicando aqui.

A foto faz parte do acervo da Fundação Getúlio Vargas.

Que tal ajudar a ampliar nosso acervo? Se você possui fotos ou documentos interessantes sobre o bairro, envie para o e-mail coelhoneto.rj@gmail.com e publicaremos aqui com os devidos créditos.

 

Anúncios

Mundial Artefatos de Couro

Imagem

Fábrica da Mundial quando inaugurada, em 1973.

Em 1973 era inaugurado o novo parque industrial da Mundial Artefatos de Couro S/A. Localizada na rua Ururaí, 556, a fábrica tinha 10 mil metros quadrados de área construída, dentro de um terreno de 55 mil metros quadrados, e foi projetada para empregar 2.500 funcionários. O endereço, que na época pertencia ao bairro de Coelho Neto, hoje faz parte de Honório Gurgel.

A empresa decretou falência em 1996, e depois de fechada, a fábrica foi invadida e vandalizada. Felizmente, a Prefeitura retomou o terreno e ali inaugurou, em 2011, o Espaço de Desenvolvimento Infantil Karine Lorraine, que atende crianças da creche à pré-escola.

Inauguração da Agência do BEG

Imagem

Inauguração do banco da Guanabara em Coelho Neto.

A fotografia acima registra o momento de inauguração, em 28 de setembro de 1962, da primeira agência bancária de Coelho Neto. A agência localizava-se na antiga avenida Automóvel Clube, 4.023, e pertencia ao Banco do Estado da Guanabara (BEG). A agência existe até hoje no local, cujo endereço atual é avenida Pastor Martin Luther King Jr., 10.185, e pertence ao Banco Itaú. A foto faz parte do acervo do Arquivo Geral da Cidade do Rio de Janeiro.

Após a transferência da capital federal para Brasília em 1960, o Banco da Prefeitura do Distrito Federal (PREFEBANCO) passou a denominar-se Banco do Estado da Guanabara (BEG). O BEG foi o primeiro banco a lançar o serviço de cheque especial no Brasil. Com a iminente fusão dos estados da Guanabara e do Rio de Janeiro, o governo federal decidiu em 1974 que o BEG deveria incorporar o Banco do Estado do Rio de Janeiro (BERJ), dando origem ao BANERJ. O banco foi privatizado nos anos 1990, tendo sido arrematado pelo Itaú.