A História do Gigante de Pedra

Às vezes estamos tão acostumados com algumas coisas que até nos esquecemos de que um dia elas já foram diferentes ou sequer existiam. É o caso do viaduto de Coelho Neto, um dos ícones do bairro. Dá para imaginar que houve uma época em que ele não estava lá? Esse gigante, que começou a ser construído em 1949, tem muita história pra contar. E a mais interessante é a dele mesmo.
Continuar lendo

Yes, Nós Tínhamos Shopping!

Quem mora em Coelho Neto e nasceu depois da década de 1980, provavelmente não sabe que naquela época era possível ir passear no shopping sem sair do bairro. Certo, não era bem um shopping, mas foi o mais próximo que tivemos disso. Seu nome oficial era Centro Empresarial Estub.
Continuar lendo

Guaçupi ou Guassupi, Eis a Questão

Você provavelmente nunca reparou, mas na antiga rua 11 há placas com o nome do logradouro grafado de duas maneiras diferentes: Guaçupi e Guassupi. Defeito de fabricação? Erro de ortografia? Nem uma coisa, nem outra: na verdade, a culpa é da Academia Brasileira de Letras.
Continuar lendo

Rainha do Bairro

Em agosto de 1980, a população do bairro de Coelho Neto só falava no novo supermercado inaugurado no dia 21 daquele mês. Não era para menos: com quase 3 mil metros quadrados, o Rainha era não apenas o maior supermercado do bairro, mas também de toda a região.
Continuar lendo

Cinemas de Coelho Neto

Nos anos 1950 iniciaram-se as transmissões de televisão no Brasil. Mas ter um aparelho de TV, naquela época, era um luxo apenas acessível a famílias mais abastadas. Por outro lado, o cinema e o rádio viviam o seu auge. E praticamente todos os bairros do Rio possuíam salas de cinema. Coelho Neto tinha duas. Continuar lendo